terça-feira, 4 de janeiro de 2011

Bispo constrange senadores ao protestar recusando homenagem

Palmas para Dom Manuel Edmilson da Cruz! Nesta terça-feira (21), o bispo emérito de Limoeiro do Norte (CE) constrangeu os senadores no plenário da casa, ao recusar a comenda de direitos humanos Dom Helder Câmara a ele oferecida.

Dom Manuel compareceu à sessão, subiu à tribuna, chegou a receber a honria, mas, durante seu discurso no plenário, surpreendeu a todos e deixou em maus lençóis os senadores presentes, ao recusar publicamente a homenagem:

“Não são raros os casos de pacientes que morreram de tanto esperar o tratamento de doença grave, por exemplo, de câncer, marcado para um e até para dois anos após a consulta. A comenda hoje outorgada não representa a pessoa do cearense maior que foi Dom Helder Câmara. Não representa. Desfigura-a, porém. Sem ressentimentos e agindo por amor e por respeito a todos os senhores e senhoras, pelos quais oro todos os dias, só me resta uma atitude: recusá-la. Ela é um atentado, uma afronta ao povo brasileiro, ao cidadão, à cidadã contribuinte para o bem de todos, com o suor de seu rosto e a dignidade de seu trabalho. (…) O aumento a ser ajustado deveria guardar sempre a mesma proporção que o aumento do salário mínimo e da aposentadoria. Isso não acontece. O que acontece, repito, é um atentado contra os direitos humanos do nosso povo”, afirmou o bispo.




Após esta lição, Dom Manuel encerrou seu pronunciamento com a seguinte pérola: “Quem assim procedeu não é parlamentar, é para lamentar”.

fonte: Globo.com e http://fogonocongresso.com.br

0 comentários:

Postar um comentário

 
Powered by Blogger