sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

Comerciante tira a roupa na Câmara Municipal para protestar contra aumento de vereadores em Sorocaba, SP

SÃO PAULO - Um comerciante de Sorocaba, cidade a 97 quilômetros de São Paulo, ficou só de cueca em plena Câmara Municipal em protesto contra o aumento dos subsídios dos vereadores, nesta segunda-feira. Os vereadores levaram apenas 30 segundos para aprovar o aumento de quase 100% nos salários para o próximo ano. Eles dispensaram a leitura do projeto e as discussões. Isso gerou revolta de moradores que acompanharam a votação,

Reinaldo Martins do Prado, que tirou a roupa, se disse indignado com o aumento.

- Eu não sou indecente. Indecente é o que está acontecendo aqui - disse o comerciante.

Um parlamentar que hoje recebe R$ 7.800,00, na próxima legislatura vai ganhar R$ 15 mil.

Durante seis anos o salário dos vereadores foi reajustado acompanhando os salários dos servidores públicos do município. Mas agora, o reajuste teve como referência o aumento dos deputados estaduais. Os vereadores acreditam que o aumento é proporcional ao trabalho que desempenham.

Na mesma sessão extraordinária, os vereadores aprovaram outro projeto polêmico. Criaram mais 20 cargos de confiança. No ano que vem, cada vereador, que já tem cinco assessores no gabinete, vai poder contar com mais um. A medida vai fazer a folha de pagamento saltar de R$ 4,1 milhão para R$ 4,9 milhão por ano.

A revolta dos moradores foi expressa em cartazes e muito usaram nariz de palhaço como protesto.

Fonte: O Globo

0 comentários:

Postar um comentário

 
Powered by Blogger